13 de maio de 2015

Por dentro Tomorrowland Brasil - Relive The Madness

Hello people!

Como disse a vocês, decidi mostrar em dois posts a minha passada pelo Tomorrowland Brasil, no anterior, mostrei os looks que usei lá e agora irei contar tuuuudo que rolou na festa.

A primeira edição do Tomorrowland realmente me surpreendeu. Lembram que contei em um post anterior que não tava muito feliz com o line up, né? Pois é, eu estava muito errada. Poxa, era tanta coisa pra ver, tantos lugares para conhecer que eu não sabia nem por onde começar. Acabou que os horários de alguns djs chocaram e a gente saía correndo de um palco para o outro para não perder nenhum minuto da festa.
Antes de tudo já digo que a viagem valeu cada centavo e se tivesse gastado mais também teria valido. 
Cada minuto no Tomorrowland é mágico, tive a oportunidade de conhecer pessoas do mundo inteiro, experimentar comidas de diversos países, dançar muito... ah, e quem ai me viu no LiveStream? Acabei aparecendo um pouco hahah



Enquanto fazia a transmissão no Snapchat, muitas pessoas me fizeram perguntas sobre a festa e a nossa acomodação. Respondi algumas por lá e outras deixei para falar sobre o assunto aqui. 
Vou fazer um resuminho do que aconteceu em cada dia depois irei esclarecer melhor essas dúvidas de vocês.


1º dia (Sexta-feira):

Primeiro dia de festa foi aquele alvoroço, todo mundo ansioso para saber como seriam as coisas por lá. Como todos haviam comprado ingresso Full Madness (3 dias de festa), foi super tranquilo para trocar a pulseira. 

Nas primeiras horas acabamos perdendo muito tempo nas filas, para trocar a TokenBag e para pegar a chave do guarda-volumes. O espaço lá era enooooorme, então andamos muito para poder conhecer tudo. Logo no primeiro dia vimos atrações como Hardwell, Afrojack, Don Diablo, W&W entre outros shows incríveis. 
Acho que os melhores shows desse dia foram do Don Diablo e do Oliver Heldens no palco Super You and Me, Afrojack, W&W e a dupla Felguk tirou onda no MainStage.


2º dia (Sábado):

Com certeza foi o dia mais cheio do evento, apesar de não ter fila para quem tinha ingresso Full Madness, o sábado lotou. Não era para menos, o segundo dia teve o melhor Line Up da festa e contou com o duo Nervo, o tão esperado Armin Vun Buurem e os maestros do Tomorrowland, Dimitri Vegas e Like Mike.


Dimitri Vegas & Like Mike - Tomorrowland Brasil (MAMMOTH) from It Karol on Vimeo.


3º dia (Domingo):



Ultimo dia de festa e todo mundo já estava morto de cansado, mas a saudade foi maior que tudo isso. Foram momentos inesquecíveis e os shows deste dia foram muito emocionantes. Nicky Romero, Steve Agello e David Guetta impressionaram a todos. Quem ai não chorou quando Guetta tocou "Titanium"? Foi um momento único. 





Como vocês sabem, nós (eu e mais 13 amigos) alugamos uma chácara em Sorocaba, cidade próxima ao parque Maeda e ficamos indo e voltando de van para a festa. A casa era maravilhosa e nos acomodou muito bem. A melhor parte de ficar na casa foi o conforto e a liberdade que tínhamos para fazer tudo no nosso tempo, acordar, tomar banho, comer e etc. 



Quando chegamos na festa pudemos ver um pouco de como era o DreamVille e logo veio a vontade de conhecer melhor o camping do evento. Claro que as duas acomodações tem seus prós e contras, mas ficou  a dúvida do que seria melhor.





Ficar no DreamVille com certeza é uma experiência que quero ter algum dia, porém sempre questionei se seria confortável ou não. Como sei que muita gente ficou com esta mesma dúvida, a maioria das pessoas me perguntaram sobre isso, decidi entrevistar um amigo que se hospedou .

























Gabriel Andrade tem, 18 anos, é de Salvador - BA e durante o evento ficou alojado na barraca comum, Easy Tent, no Camping do Tomorroland. Ele me contou um pouco sobre como foi sua experiência no DreamVille e resolvi trazer um pouco do nosso papo  para vocês.






ITK - No geral, como foi a sua experiência no DreamVille?

GA - A ideia do dream ville é muito legal. Você conhece pessoas do brasil afora, compartilhando e ouvindo histórias engraçadas e ainda aprende a ter mais cuidado com suas coisas, pra não perdê-las.

ITK - Quais os prós e os contras de se hospedar no camping?

GA - Prós: amizade - você faz muitos amigos, mesmo que efêmeros, mas com certeza não são em vão. Energia - todo mundo se dá bem, principalmente entre os brasileiros, que são bem receptivos, calorosos e carismáticos. 
Contras: apesar de ser jovem, após mais de 12h pulando, correndo e gritando, precisamos de um lugar mais confortável para descansar...e o camping não é a melhor das opções. higiene - o banho é muito caro para quem não se hospedou num hotel ou comprou o chalé, então o banho tinha que durar o dia todo.

ITK - O local era totalmente seguro? Soube de casos de assalto?

GA - No Easy Tent eu não soube de nenhum incidente, mas soube de casos no regular camping em que até a barraca foi levada (não foi apenas uma pessoa).

ITK - Qual foi a maior dificuldade em ficar no Camping?

GA - A acomodação das malas e o colchão de ar de muita gente veio com algum tipo de defeito (inclusive o meu).

ITK - Qual a melhor parte de ter ficado no DreamVille?

GA - Com certeza as amizades. Eu sou uma pessoa que preciso ter amigos ao meu lado para me entregar à magia do festival.

ITK - Quais os benefícios oferecidos pelo evento para quem ficou no Dreamville?

GA - O principal diferencial foi o The Gathering - a festa de boas-vindas na quinta feira - que foi muito esperada pela participação de Coone e Yves V.

Ainda perguntei se ele ficaria novamente no Camping caso fosse ao Tomorrowland uma segunda vez, ele me disse que ficaria sim, mas em uma acomodação melhor, como o Chalet ou Dream Lodge.


O Gabriel ainda fez seu próprio Aftermovie do Tomorrowland, eu ameeeeeeei e trouxe pra vocês também. 



Aftermovie Tomorrowland Brasil from It Karol on Vimeo.
Aftermovie Tomorrowland Brasil por Gabriel Andrade


É isso ai galera, espero que vocês tenham gostado do post. Quem foi ao Tomorrowland sabe como foi inesquecível e quem não foi, fica ai a dica para ir no próximo ano. Eu vou cooom certeza hahah

beijos

11 de maio de 2015

Meus looks no Tomorrowland Brasil

Hellow galeraaa

Mais uma vez, sei que estou atrasadinha com o post, mas depois de 36 horas de festa e muito virote, eu merecia um descanso, né? Com a mudança de clima, acabei gripando e passei esses dias de repouso.
Quem me acompanhou no Snapchat (itkarol) pode ver como a festa foi incrível. Sério gente, faz exatamente uma semana que estávamos lá e bateu uma depressão grande hahaha

Tenho muuuita coisa para contar sobre a festa para vocês, mas antes disso, resolvi trazer os looks que usei por lá. No próximo post vou mostrar mais detalhes a respeito do evento e tudo mais.

Quem acompanha o @itknews no Instagram, viu alguns looks que eu postei, tanto meus, como de pessoas que estavam lá. Tinha muita gente bonita e estilosa, o que me rendeu boas imagens para vocês.

No post anterior, trouxe algumas inspirações de produções para a festa e meus looks não fugiram muito do que eu mostrei. Depois do primeiro dia do festival deu pra saber melhor como o pessoal se vestia e estava bem naquele padrão. 
Lá a tarde fazia um calorzinho normal e à noite era bem frio, se você estava no meio da galera, mal dava para perceber, mas era só sair da muvuca para começar a tremer de frio. Sabendo disso, levei meia grossa todos os dias para trocar depois e deu para driblar o frio de boa.

Vamos aos looks?

No primeiro dia, usei um top de crochê, short jeans e levei uma camisa jeans para colocar por cima quando batesse o frio. Usei essa botinha da All Star quase todos os dias de festa e foi uma ótima opção para dançar bastante. Para arrematar, esse cocar de índio que eu rodei o muuundo para achar hahaha, eu queria um cocar de índio americano, mas não encontrei, então acabei comprando esse que também chamou muita atenção por conta das cores.

O top foi minha mãe que fez pra mim (thanks mami), o short é da Espaço Fashion e o cocar eu comprei na Planeta Festa lá em João Pessoa.





Como no segundo dia era o show de dois djs que eu sou super fã, Oliver Heldens e a dupla Dimitri Vegas e Like Mike, encomendei duas camisas para homenageá-los. Customizei as duas mas acabei tirando foto só com uma delas. Usei com shortinho cintura alta, óculos e esse chapéu que estou apaixonadãã.

O shortinho é da Moda Agora Já (loja de João Pessoa) e o chapéu foi na loja Di Sampaio daqui de Salvador.








No último dia, foi o dia de se "fantasiar". Havia comprado essa blusa com estampa da roupa de Mulher Maravilha justamente para usar no evento. Adorei esse look, a blusa ainda vem com uma capa de "super herói", chamou bastante atenção e muitas pessoas pediram para tirar foto comigo hahaha

A blusa foi da Riachuelo e o short preto também da Moda agora já. 




















































É isso ai galera, espero que vocês tenham gostado dos meus looks. No próximo post vou contar tuuudo que rolou na festa, aguardem!

Beijos